COLECÇÃO IBEROGRAFIAS

Iberografias 31

Nº 31 Diálogos (Trans)fronteiriços – Património, Territórios, Culturas

Este número da Coleção Iberografias, coordenado por Rui Jacinto e Valentín Cabero, reúne textos de vários autores escritos no âmbito do XV Curso de Verão - Iberismo e Lusofonia: Paisagens, Territórios e Diálogos Transfronteiriços.

INDICE

Diálogos (Trans)fronteiriços:Patrimónios, Territórios, Culturas - Rui Jacinto e Valentín Cabero Diéguez

Patrimónios e recursos do território: paisagens, lugares, itinerários
A paisagem de riba côa: revisitar o passado para compreender o presente? - Adélia Nunes
.Paisajes sagrados en el occidente salmantino. definición y análisis a través de los ejemplos de el abadengo y la ribera - Pedro Javier Cruz Sánchez
Alminhas e cruzeiros do concelho do Sabugal: análise e compreensão do fenómeno através das ferramentas SIG - Jorge Torres e Marcos Osório
.O geográfico, o geológico e o ambiental na determinação da componente linguística e musical da romaria da Senhora do Almurtão - Rosário Santana e Helena Maria da Silva Santana
. As relações artísticas transfronteiriças no século XVI e XVII: a ourivesaria religiosa espanhola na diocese de Bragança-Miranda - Nuno Cruz Grancho
.De Braga a Astorga – Paisagens De Um Itinerário Peripatético Pela Via Antiqua - Daniel Vale
.Os itinerários enquanto estratégias de animação territorial - Emanuel de Castro e Ana Lopes
.Territórios de fronteira: competitividade, coesão, cooperação O turismo em Portugal: dinâmicas territoriais, coesão e competitividade - Claudete Oliveira Moreira
.Narrativas (geográficas) da crise: o desemprego em áreas de baixa densidade - Ana Maria Cortez Vaz e João Luís J. Fernandes
Territorialidade e identidade territorial: notas para o estudo das comunidades e áreas de montanha - Giampietro Mazza e Rui Jacinto
. A Companhia de Diamantes de Angola (Diamang): Entre a Prospecção Mineira e o Trabalho Indígena - Vanessa Pereira
. Pontes de Palavras: 5 anos de Poetas do Guadiana - Pedro Tavares e José Rua (Poetas do Guadiana)
.A ponte transnacional para um acesso igualitário aos serviços de saúde: discrepâncias na fronteira entre a Beira Interior (Portugal) e as Províncias de Salamanca e Cáceres (Espanha) - Joaquim Patriarca
.La Frontera Sur Iberica: Algarve-Bajo Alentejo-Andalucia. Experiencias De Cooperación - Juan Antonio Márquez Domínguez
. Territórios e culturas lusófonas: outras fronteiras, novos di álogos
Temas e caminhos da geografia cultural – uma breve reflexão - Roberto Lobato Corrêa
. Diálogos fronteiriços: uma leitura de Mário de Carvalho à luz da geografia humanista cultural - Márcia Manir Miguel Feitosa
. A ausência e suas geografias: “não se deve deixar que o lugar envelheça” - Rui Jacinto
. Formas simbólicas espaciais e política - Roberto Lobato Corrêa
.Uma história política da geografia: Camille Vallaux e as outras tendências da geografia francesa - Willian Morais Antunes de Sousa
.As paisagens do documentário. Uma reflexão sobre a geografia
dos espaços rurais em “Ainda há pastores?”, de Jorge Pelicano - Fátima Velez de Castro
.Música e identidade cabo-verdiana: a propósito da candidatura da Morna a Património Imaterial da Humanidade - Rui Jacinto
.Um olhar sobre o universo cultural das Comunidades Sertanejas
do Cerrado da Chapada das Mesas - Maria Lidia Bueno Fernandes e Ana Rosa Marques
.Paisagem e Lugar: a relação homem-ambiente nas comunidades da porção norte
do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, Maranhão-Brasil - Ulisses Denache Vieira Souza
.As paisagens e a valorização dos recursos territoriais em comunidades
tradicionais na zona costeira do Estado do Pará-Brasil - Márcia Aparecida da Silva Pimentel
.A geodiversidade como patrimônio turístico do Estado do Maranhão-Brasil:
a singularidade dos cenários naturais - Antonio Cordeiro Feitosa
.Reflexões sobre múltiplas fronteiras no Brasil: da fronteira capitalista “gaúcha” às fronteiras ilegais nos espaços favelados - Rogério Haesbaert

PDF Ler online

Iberografias 30

Nº 30 Espaços de Fronteira,Territórios de Esperança: Paisagens e patrimónios, permanências e mobilidades

Este número da Coleção Iberografias, coordenado pr Rui Jacinto e Valentín Cabero, reúne textos de vários autores escritos no âmbito do XIV Curso de Verão - Espaços de Fronteira, Territórios de Esperança: velhos problemas, novas soluções.

INDICE

Nas Fronteiras da Esperança: Paisagens e Patrimónios, Permanências e Mobilidades
Rui Jacinto e Valentín Cabero Diéguez

Espaços de Fronteira: Paisagens e patrimónios
A Paisagem Duriense: A tradição e a Inovação Num Espaço em Mudança
Maria Helena Mesquita Pina

Territórios de Língua Portuguesa
Cristina Martins, Isabel Pereira e Isabel A. Santos

Património Imaterial e Reconstrução de Identidades Locais em Brasil e Portugal
Javier Lifschits e Isabel Boura

Arqueologia, Património Cultural e Desenvolvimento do Território no Vale do Coa
José Paulo Francisco

A Geo-Foto-Grafia da Paisagem na Bacia Hidrográfica do Pericumã-Amazônia Marinhense, Brasil
José Carvalho Viegas e Messias Modesto dos passos
Os Desastres em Áreas de Fronteira: Pesquisa Hemerográfica na Cidade da Guarda
Bruno Zucherato, Lucio Cunha e Maria Isabel Castreghini,de Freitas

Territórios de Esperança: Permanências e Mobilidades
Uma história Politica da Geografia: Camile Vallaux Face à Geografia Oficial de sua Época
Willian Morais Antunes de Sousa

As Politicas Regionais Como Estratégia de Integração do Território Brasileiro
Mariana Forlini Marchini
Institucionalização da Participação Social e Democratização da Politica Urbana Em Salvador-Baía: O Caso dos Conselhos Municipais
Sérgio Silva Borges

Inovação e Redes nas Áreas Rurais Portuguesas: Cooperar Para Inovar e Competir
Lívia Madureira

Memórias, Paisagens e Identidade nas Trajetórias de Desenvolvimento: Nota sobre os Foios (Sabugal)
Carolina Davide Alves

A Casa do Emigrante Como Elemento de Transformação na Paisagem Raiana
Aires António de Almeida

A Guarda da Idade Média ao Final do Século XIX: Projeto, Transformações e permanências
Cátia Ramos

Mudança Social e Mobilidade Populacional: Novas Facetas de uma Velha Realidade
Ana Paula Cordeiro

O Contributo dos Imigrantes para o Desenvolvimento Regional e do país - O Caso dos Imigrantes Residentes na Guarda
José R. Pires Manso

Iberografias 29

Nº 29 Educação e Cultura Mediática: Análise de Implicações Deseducativas

Este volume, da autoria de Carlos Francisco Sousa Reis, resultou de duas preocupações centrais: a compreensão do fenómeno da educação, de modo a encontrar um sentido para a problemática educacional dos planos educativos e deseducativo; e a apreciação da cultura mediática, muito particularmente da publicidade, sob um ponto de vista educacional crítico.

Iberografias 28

Nº 28 Paisagens, Patrimónios,Turismos

Este número da Coleção Iberografias reúne textos de vários autores escritos no âmbito dos Apoios a Trabalhos de Investigação 2013 e textos resultantes de comunicações proferidas no âmbito do Seminário Territórios, Sociedades e Culturas em Tempos de Mudança, realizado em Março de 2014.

Iberografias 27

Nº 27 Espaços de fronteira, territórios de esperança – das vulnerabilidades às dinâmicas de desenvolvimento

Este volume da Colecção Iberografias compila textos de vários autores, que participaram em distintas iniciativas do CEI.
«As geografias peculiares dos espaços fronteiriços resultam tanto das respectivas posições excêntricas como da convivência de vários tipos de vulnerabilidades e potencialidades indutoras de dinâmicas cujas evoluções importa acompanhar e monitorizar. A  programação do CEI , à sua medida, tenta responder aos desafios que emanam desta realidade, como atestam os cursos, a investigação, os seminários e as publicações que reflectem persistentes debates sobre múltiplos temas que cruzam diferentes fronteiras territoriais e disciplinares.»

Iberografias 26

Nº 26 Paisagens e Dinâmicas Territoriais em Portugal e no Brasil.
As Novas Geografias dos Países de Língua Portuguesa

A presente publicação, “Paisagens e dinâmicas territoriais em Portugal e no Brasil. As Novas Geografias dos Países de Língua Portuguesa”, constitui o quarto título duma série que compila informação sobre o vasto, complexo e diversificado mosaico geográfico regional dos PLP. As comunicações apresentadas no Seminário realizado na Universidade de Coimbra, a 17 de Setembro de 2012, introduzem-nos em alguns meandros que as dinâmicas naturais e os processos de reestruturação territorial assumem em Portugal e no Brasil e foram organizadas em duas linhas temáticas: paisagens, recursos e riscos naturais e dinâmicas socioeconómicas e territoriais.

Iberografias 25

Nº 25 Condições de vida, Coesão social e Cooperação Territorial

Este número da Coleção Iberografias reúne textos de vários autores escritos no âmbito dos Apoios a Trabalhos de Investigação 2012 e textos resultantes de comunicações proferidas no Curso de Verão 2012.

 

 

Iberografias 24

Nº 24 - Paisagens, Patrimónios e Turismo Cultural

Este número da Coleção Iberografias reúne textos de vários autores escritos no âmbito dos Apoios a Trabalhos de Investigação 2012 e textos resultantes de comunicações proferidas no Curso de Verão 2012.

 

 

Iberografias 23

Nº 23 - Metafísica da Revolução – Poética e Política no ensaísmo de Eduardo Lourenço

O principal objectivo deste ensaio, da autoria de Teresa Filipe, é o de aproximar a noção de poética crítica desenvolvida na obra de Eduardo Lourenço, especificamente em Tempo e Poesia (publicado em 1974), a uma conceção original de Existência como Poesia. Desta aproximação, que procura um modo de ser mais autêntico, evidencia-se a necessidade de adoção de um pensamento meditativo-poético em detrimento de um pensamento categorizador, calculador ou ordenador.Entendemos ser isto informado por um “paradigma metafísico” singular, a famosa Heterodoxia. A procura da autenticidade revela a necessidade de uma Revolução, seja esta política (Revolução dos Cravos de 1974, em Portugal), intelectual (a necessidade de encontrar uma alternativa aos paradigmas oposicionais vigentes – nos anos 40 em Portugal, Catolicismo e Marxismo), poética (sendo a linguagem o lugar onde a Revolução deve ter início) ou ontológica. A necessidade de nos considerarmos principalmente como Tempo e Poesia significa desocupar uma suposta posição privilegiada de modo a, em última instância, nos podermos reconhecer como seres essencialmente poéticos, alcançando, deste modo, um entendimento do Outro sobre o Eu. Este ensaio pressupõe, finalmente, uma visão da vida humana essencialmente como devir.

Iberografias 22

Nº 22-  Falar Sempre de Outra Coisa – Ensaios sobre Eduardo Lourenço

O presente livro, da autoria de João Tiago Lima, reúne quinze ensaios escritos em ocasiões muito variadas, tendo grande parte deles aparecido anteriormente em publicações dispersas. No entanto, em todos os capítulos, ou pelo menos naqueles que compõem a primeira parte desta edição, o leitor encontrar  um traço comum, pois são sempre ensaios ou interpretações, mais ou menos amplos, escritos sobre ou a pretexto do pensamento de Eduardo Lourenço. Deste modo, desenvolvem-se e aprofundam-se alguns dos tópicos já  estudados em "Existência e Filosofia - O ensaísmo de Eduardo Lourenço" (2008, nº  12 da presente coleção Iberografias).   O caso das interpretações que Eduardo Lourenço faz do chamado problema da filosofia portuguesa (capítulo um), bem como a dimensão religiosa do seu pensamento (quarto). No entanto, neste livro, abordamos também novos temas, como sejam o colonialismo português (sete e oito), o destino da Europa num mundo globalizado (nove e dez) ou as relações da obra de Eduardo Lourenço com o estruturalismo (onze).A segunda parte de “Falar sempre de outra coisa” recolhe quatro ensaios que, não versando directamente o ensaísmo de Eduardo Lourenço, tem, quanto a nós, notórias afinidades com o resto do livro. Em três deles (doze, treze e quinze) tentamos refletir sobre algumas vertentes das obras de ensaístas ou filósofos portugueses que, de uma forma ou de outra, se aproximam de preocupações comuns do autor de "O Labirinto da Saudade".   O caso de Sílvio Lima (que foi professor de Eduardo Lourenço na Universidade de Coimbra), José  Bacelar, Mário Sacramento, João Martins Pereira e, nos dias de hoje, de Manuel Maria Carrilho. Um outro texto (catorze), por fim, procura revisitar a teoria estética de David Hume, designadamente o seu conceito de "standard of taste", fazendo-o   luz daquilo a que Eduardo Lourenço chamou, em meados do século passado, crise da consciência judicativa. A expressão, elegida para título deste livro, foi inspirada numa passagem do quase esquecido ensaio de Eduardo Lourenço sobre o discurso acerca de Deus, que terá  um tratamento mais alargado em capítulo já  referido.

Iberografias 21

Nº 21 - Vida Partilhada – Eduardo Lourenço, o CEI e a Cooperação Cultural

Este número compila vários textos de Eduardo Lourenço, concretizando uma edição comemorativa do 90º aniversário do autor. «Com esta iniciativa, manifestamos a nossa reconhecida gratidão a quem permitiu que “uma  simples sugestão se convertesse em vida partilhada”. E assim, mais do que mostrar o nosso afeto é continuarmos a aventura dum Regresso sem Fim à Guarda e às nossas matriciais origens.» (do Prefácio)

 

Iberografias 20
Lançado em:
06-07-2012

Nº 20 - A cidade e os novos desafios urbanos

Os vários problemas que as cidades observam têm suscitado debates entre
académicos, políticos, diferentes organizações e o envolvimento, maior ou menor,
de cidadãos, como o que aconteceu num dos últimos Cursos de Verão, uma das
actividades regulares do Centro de Estudos Ibéricos. Esta publicação, que reúne
a generalidade das intervenções aí apresentadas, permite apreciar a pluralidade
de olhares que actualmente se lançam sobre as cidades, a amplitude de temas e
de problemáticas que suscitam, os múltiplos caminhos possíveis de trilhar para as
compreender e, consequentemente, definir as estratégias que melhor respondam aos
desafios com que se debatem.

As transformações económicas, sociais, culturais e políticas que, nas últimas décadas,
percorreram Portugal, a Europa e o mundo, além de conferirem novos contornos às
respectivas geografias regionais, aceleram a reorganização dos tecidos, dos modos de
vida e das vivências urbanas, evidenciando a importância das cidades na afirmação
da competitividade e inovação dos territórios onde se integram, motivos suficientes
para que passassem a ocupar um lugar central na agenda das políticas públicas com
enfoque territorial.

No limiar de um novo ciclo de políticas públicas, que irá vigorar entre 2014 e 2020,
impõem-se reflexões prospectivas que concorram para esboçar uma nova política
de cidades, que irá beneficiar de instrumentos financeiros e de programas cujos
contornos começam a ser discutidos, que não deixarão de incorporar trajectórias de
continuidade, promovendo intervenções, mais ou menos estruturantes, semelhantes
às que têm vindo a ser realizadas, com soluções inovadoras gizadas para responder
aos novos problemas urbanos, necessariamente distintos dos que temos conhecido.

Iberografias 19
Lançado em:
21-01-2012

Nº 19 - Patrimónios, Territórios e Turismo Cultural: Recursos, Estratégias e Práticas

A atenção que o Centro de Estudos Ibéricos (CEI) tem dado à problemática do património natural e construído é testemunhada pelas múltiplas iniciativas promovidas nos últimos anos, com o objectivo de o estudar e divulgar, particularmente na zona transfronteiriça do Centro de Portugal. O envolvimento do CEI nesta problemática decorre do significado que o património natural, histórico e cultural tem na afirmação da identidade das comunidades do Interior, da importância deste recurso para as estratégias e os processos de desenvolvimento, sobretudo dos territórios mais frágeis e profundos, localizados junto à fronteira entre Portugal e Espanha.

A relação do património e da cultura com os processos de desenvolvimento regional e local pressupõe o conhecimento e a valorização das respectivas geografias, dos lugares e dos contextos onde os bens naturais e os equipamentos se localizam.

A presente edição inscreve-se nesta linha de actuação, assumindo um título coincidente com o tema do Curso de Verão de 2010, que sintetiza um propósito e resume uma estratégia: Patrimónios, Territórios e Turismo Cultural – Recursos, Estratégias e Práticas.

Iberografias 18
Lançado em:
08-07-2011

Efeito Barreira e Cooperação Transfronteiriça na Raia Ibérica. Impactes Territoriais do INTERREG-A

A apresentação do volume 18 da colecção Iberografias, editado pelo Centro de Estudos Ibéricos e pela Âncora Editora, da autoria de Eduardo José Rocha Medeiros, teve lugar no dia 08 de Julho de 2011.
Esta obra corresponde a uma versão adaptada de parte da tese de doutoramento do autor, orientada por Luís Moreno.
Ao abordar o Efeito Barreira e Cooperação Transfronteiriça nas áreas da Península Ibérica que constituem os territórios de cercadura da linha de divisão política de Portugal e Espanha, esta obra trata de contextualizar e medir os impactes nestes territórios do INTERREG-A.

Iberografias 17
Lançado em:
29-04-2011

Interioridade / Insularidade; Despovoamento / Desertificação. Paisagens, Riscos Naturais e Educação Ambiental em Portugal e Cabo Verde

Coordenado por Lúcio Cunha e Rui Jacinto, este volume da colecção Iberografias reúne uma profusão de artigos elaborados por investigadores de múltiplas proveniências académicas, profissionais e geográficas, realizados em diferentes momentos com diversas finalidades, abordando problemáticas que o título da obra sintetiza: “Interioridade / Insularidade; Despovoamento / Desertificação. Paisagens, Riscos Naturais e Educação Ambiental em Portugal e Cabo Verde”.
Foi apresentado a 29 de Abril de 2011, por ocasião das III Jornadas Transfronteiriças “Paisagem, Espaços Protegidos, Floresta: Gestão e Sustentabilidade”.

Iberografias 16
Lançado em:
29-10-2010

As Novas Geografias dos Países de Língua Portuguesa – Paisagens, Territórios, Políticas no Brasil e em Portugal

Foi apresentado, no dia 29 de Outubro de 2010, o livro «As Novas Geografias dos Países de Língua Portuguesa – Paisagens, Territórios, Políticas no Brasil e em Portugal», volume nº16 da Colecção Iberografias, coordenado por Lúcio Cunha, Messias Modesto dos Passos e Rui Jacinto.
Este volume constitui a primeira edição feita no âmbito do Geoide (Geografia, Investigação e Desenvolvimento), programa partilhado por investigadores de diferentes países de língua portuguesa (PLP), cujas actividades de docência e investigação se inscrevem numa geografia comprometida com as questões ambientais, a coesão económica, social e territorial, isto é, com o que se vulgarizou considerar desenvolvimento sustentável.
O Iberografias nº 16 reúne as intervenções efectuadas na Guarda, em Outubro de 2009, durante o encontro de geógrafos portugueses e brasileiros comprometidos com o Geoide.

Iberografias 15
Lançado em:
23-9-2009

Escola: problemas e desafios

O livro “Escola: problemas e desafios”, volume 15 da Colecção Iberografias, reúne uma profusão de textos cujos temas foram abordados nas Conferências do I e II Ciclos de Conferências “Escola: problemas e desafios”. Neste volume aborda-se uma multiplicidade de problemáticas actuais da Educação que incidem na realidade quotidiana tanto de Portugal como de Espanha.

Iberografias 14
Lançado em:
23-9-2009

Educação: reconfiguração e limites das suas fronteiras

O livro “Educação: reconfiguração e limites das suas fronteiras” é uma compilação de textos resultantes do I Seminário de Professores de Teoria da Educação, que decorreu na Guarda em 2007. Nestes textos visa analisar-se o estado em que se encontra a investigação na Teoria da Educação no contexto ibérico e reavaliar a actividade docente que este âmbito disciplinar tem vindo a desempenhar nas universidades portuguesas e espanholas.

Iberografias 13
Lançado em:
23-5-2008

Abandono do espaço agrícola na Beira Transmontana

O livro “Abandono do espaço agrícola na Beira Transmontana”, de Adélia Nunes, foi apresentado no dia 23 de Maio, pelo Prof. Fernando Rebelo. Esta obra corresponde à tese de Doutoramento da Autora, que se debruça sobre uma área próxima da fronteira e sobre um tema que se coloca com claras semelhanças nos dois lados da mesma. Com este livro ficamos a conhecer em profundidade as causas e consequências do abandono do espaço agrícola na Beira Transmontana. Primeiro vemos como a Autora define a extensão desse abandono e estuda as suas causas, depois, acompanhamos a análise que faz das suas implicações nas características dos solos e na hidrologia. A leitura de o Abandono do espaço agrícola na “Beira Transmontana”recomenda-se a todos os que se interessam por agricultura, pastorícia ou sivicultura, mas em particular aos geógrafos com mais sensibilidade para a Geografia Física que trabalhem em Ordenamento do Território. A sua abundante ilustração, seja em quadros, gráficos ou fotografias, ajuda na leitura, que se revela agradável e sem dificuldades, apesar da linguagem científica utilizada.

Iberografias 12
Lançado em:
23-5-2008

Existência e Filosofia
O ensaísmo de Eduardo Lourenço

O livro “Existência e filosofia. O Ensaísmo de Eduardo Lourenço”, da autoria de João Tiago Pedroso de Lima foi apresentado no dia 23 de Maio, por ocasião do aniversário do Prof. Eduardo Lourenço, que proferiu algumas palavras de apreço ao Autor. Esta obra que se ocupa da caracterização do ensaísmo de Eduardo Lourenço, é fruto da investigação que corresponde, em grande parte, ao texto de Dissertação de Doutoramento em Filosofia apresentada à Universidade de Évora pelo Autor. João Tiago Pedroso de Lima não se limita a acompanhar um itinerário, navegando nas águas tranquilas da doxografia: constrói o percurso de Eduardo Lourenço, isto é, mostra onde e como foi excedido. Onde e como o excesso, a ficção e a melancolia imaginam para nós, acima de tudo, aquilo que somos.

Iberografias 11
Lançado em:
06-07-2007

União Europeia, Fronteira e Território

Os efeitos directos e indirectos do processo de integração europeia nas regiões fronteiriças e as dinâmicas evolutivas destes territórios, são o tema do estudo que Sérgio Caramelo, geógrafo e investigador, apresenta nesta obra. «Na primeira metade da década de setenta, Paul Claval afirmava, num artigo dedicado aos estudos fronteiriços, que ainda era demasiado cedo para antever o que viria a ser o esquema espacial europeu do futuro, mas que a transformação do papel das fronteiras permitia adivinhar uma alteração profunda dos comportamentos e das organizações territoriais. Três décadas passaram desde então e no início do século XXI parece ser relativamente unânime que estas alterações profundas tocaram, com bastante intensidade, as regiões fronteiriças europeias e, em nossa opinião, esta será a altura de estudar, como maior profundidade, os efeitos directos e indirectos do processo de integração europeia nas regiões fronteiriças, e as dinâmicas evolutivas destes territórios, temática à qual dedicamos a presente obra. » No prólogo, o Prof. Valentín Cabero Diéguez esclarece que «El libro que ahora presentamos tiene su origen en una laboriosa y profunda tesis doctoral, apoyada por una beca de investigación de la Fundación para la Ciencia y la Tecnología de la República Portuguesa, y elaborada en el Departamento de Geografía de la Universidad de Salamanca. » e reconhece «el esfuerzo personal que Sérgio Caramelo ha volcado en este trabajo, penetrando con inteligencia en distintas realidades fronterizas, y mostrando una sensibilidad especial hacia sus problemas y sus gentes.»

Iberografias 10
Lançado em:
08-06-2007

Territórios e Culturas Ibéricas II

A colectânea “Territórios e Culturas Ibéricas II” é o 10º volume da Colecção “Iberografias”, uma parceria CEI/Campo das Letras resultante da compilação das comunicações apresentadas em Seminários realizados em 2006 (Junho e Novembro) para divulgar a investigação patrocinada pelo CEI sobre os Territórios e Culturas Ibéricas, organizada em torno de quatro linhas de acção: I. Territórios, margens e mobilidades: dinâmicas, organização, requalificação; II. Sociedades de fronteira, fronteiras da sociedade: tradição, modernidade, identidades; III.Políticas públicas, desenvolvimento e cooperação internacional; IV. Ibéria d’ aquém e além fronteiras: diásporas, identidades, culturas.

Iberografias 9
Lançado em:
28-11-2006

O interior raiano do Centro de Portugal – Outras fronteiras, novos intercâmbios

Colectânea de textos das comunicações proferidas no âmbito dos cinco Cursos de Verão que o CEI realizou entre 2001 e 2005. Actividade que é já uma imagem de marca do Centro, os Cursos de Verão têm vindo a realizar-se no mês de Julho, durante uma semana, nele se incluindo conferências – proferidas por ilustres personalidades portuguesas e espanholas – e duas saídas de campo, com visitas a localidades de ambos lados da fronteira. A colectânea agora editada é coordenada por Rui Jacinto e Virgílio Bento, encontrando-se dividida em quatro grandes áreas temáticas: “Riscos, recursos e paisagens naturais: gestão, ordenamento, desenvolvimento”, “Cultura raiana: sinais de fronteira, marcas duma identidade”, “Rotas ibéricas: valorizar recursos, requalificar territórios” e “Encruzilhadas de futuro: territórios de fronteira, espaços de cooperação”.

Iberografias 8
Lançado em:
27-11-2006

Um Cruzamento de Fronteiras: o discurso dos concelhos da Guarda em Cortes

Da autoria de Maria Helena da Cruz Coelho e Luís Miguel Rêpas, o nono volume da Colecção “Iberografias”, é o resultado de um projecto de investigação desenvolvido no âmbito do CEI intitulado “Os concelhos do distrito da Guarda nos Capítulos de Cortes” que visou o levantamento e a recolha dos capítulos especiais de Cortes solicitados pelos procuradores dos concelhos da região da Guarda, entre 1385 e 1490. A variedade dos temas apresentados nas Cortes que se publicam nesta obra constitui uma mais valia para o conhecimento e identificação das densas memórias do passado multissecular desta região raiana.

Iberografias 7
Lançado em:
04-05-2006

O Direito e a Cooperação Ibérica II

O volume 7 “O Direito e a Cooperação Ibérica II”, reúne as comunicações do Ciclo de Conferências de Direito, que tiveram lugar ao longo de 2004 e 2005.

Iberografias 6
Lançado em:
04-05-2006

Saúde sem Fronteiras

O volume 6 de “Saúde sem Fronteiras” reúne as comunicações do Ciclo de Conferências de Saúde, que teve lugar de Maio de 2004 a Maio de 2005.

Iberografias 5
Lançado em:
01-07-2005

Entre Margens e Fronteiras - Para uma geografia das ausências e das identidades raianas

Os textos reunidos nesta colectânea, dados à estampa em diferentes momentos e pelas mais diversas circunstâncias, remetem-nos para um tempo e um espaço concretos e culminam uma década de complexas transformações económicas e sociais que alteram a face da Beira em geral e do seu Interior em particular. Mais do que interpretações retrospectivas, estes textos inscrevem-se na procura de novas leituras das dinâmicas locais e regionais, da análise dos processos e das experiências encetadas para desencravar o Interior. Por outro lado, todas as mudanças a que assistimos nos últimos anos introduziram novas configurações socioterritoriais e outros signos nas paisagens beirãs renovando as imagens que tradicionalmente associamos a estes territórios, que vão sendo apreendidas pelos residentes e por quem os percorre e visita. Da confluência destes elementos com os desafios complexos e exigentes que se colocam ao interior resultará um discurso mais actual, uma agenda e estratégia renovadas para nortear o seu desenvolvimento.

Iberografias 4
Lançado em:
07-01-2005

O outro lado da lua – Inéditos de Eduardo Lourenço

Colectânea de textos inéditos de Eduardo Lourenço sobre a Ibéria proferidos no âmbito de seminários e colóquios promovidos pelo Centro de Estudos Ibéricos e outros ensaios sobre o legado cultural ibérico. A coordenação deste 3º volume da colecção “Iberografias” é de Maria Manuel Baptista, docente da Universidade de Aveiro, que também é responsável pela entrevista introdutória.

Iberografias 3
Lançado em:
07-01-2005

Territórios e Culturas Ibéricas

A possibilidade proporcionada pelo INTERREG de consolidar uma Rede de Investigação Transfronteiriça, organizada em torno do Projecto de Investigação "Culturas Ibéricas, Sociedades de Fronteira: Territórios, Sociedades e Culturas em Tempos de Mudança", encontra-se na génese da publicação que agora se dá à estampa. Partindo das quatro linhas de acção que estruturam o projecto - Territórios, margens e mobilidades: dinâmicas, organização, requalificação; Sociedades de fronteira, fronteiras da sociedade: tradição, modernidade, identidades; Políticas públicas, desenvolvimento e cooperação internacional; Ibéria de aquém e além-fronteiras: diásporas, identidades, culturas -, esta publicação resulta das comunicações dos bolseiros e investigadores do Centro de Estudos Ibéricos apresentadas por ocasião da Conferência "Territórios e Culturas Ibéricas", que teve lugar na Guarda, nos dias 2 e 3 de dezembro de 2004.

Iberografias 2
Lançado em:
11-12-2004

O Direito e a Cooperação Ibérica

Actas das Conferências do 1º Ciclo "O Direito e a Cooperação Ibérica", organização conjunta do Centro de Estudos Ibéricos, Conselho Distrital de Coimbra da Ordem dos Advogados e Ilustre Colegio de Abogados de Salamanca.

Iberografias 1
Lançado em:
26-03-2004

Iberismo e Cooperação: Passado e Futuro da Península Ibérica

Esta obra inaugura a Colecção Iberografias, uma nova linha editorial do CEI e da Editora Campo das Letras, resultado de um protocolo tendo em vista a edição de trabalhos e estudos realizados no âmbito do CEI. Valentín Cabero Diéguez é professor catedrático de Geografia (Análise Geográfica Regional) da Universidade de Salamanca, Decano da Faculdade de Geografia e História e membro da Comissão Executiva do CEI. A sua investigação centra-se nas áreas raianas e de montanha, tendo publicado inúmeros trabalhos e publicações relacionados com os limites fronteiriços entre Espanha e Portugal e os correspondentes diagnósticos territoriais. Com esta obra, o autor procura reconstruir, na sua unidade e diversidade, o mapa da Península e compreender, com visão de futuro, as relações históricas entre Espanha e Portugal, convidando o leitor a descobrir, tal como Miguel Torga o fez a partir da humilde aldeia perdida de São Martinha de Anta, o universo da Península, com verdadeiro espírito ibérico.